sábado, abril 04, 2015

Memórias de uma Páscoa longínqua

(imagem daqui)

Havia aquele perfume a licor de leite pela casa, a garrafa à espera que o líquido passasse pelo papel pardo de onde escorria, dourado e doce. Começava-se na Sexta-feira a fazer os biscoitos de limão, o bolo de laranja e os queques. No Sábado, era a vez da torta de chocolate, do leite-creme, das empadas de galinha, da bola de carne. À noite, já ficava a toalha de renda branca na mesa da sala de jantar, acomodando ao centro um arranjo profuso em cravos e gipsofila. Sim, porque no Domingo, a excitação era grande. A missa, muito cedo, o estômago vazio para podermos comungar e que, de vez em quando, fazia os mais débeis fraquejar num desmaio. ainda antes de receberem a  hóstia, ou beijarem a Cruz.
Regressadas a casa, enquanto as mais velhas da família punham as iguarias na mesa, cabia-me a tarefa de ir buscar alecrim e desfolhar rosas para, numa mistura perfumada e colorida, atapetar o trajecto desde o portão até à entrada de casa. Por ele viriam o Padre, os Mordomos, o escolhido carregando a Cruz de prata, mais o menino da água-benta, vizinhos, conhecidos e curiosos, perante os quais exibia, orgulhosa, o vestido a estrear e os meus dotes de anfitriã, oferecendo os pratos cheios de doces e salgados, com um sorriso aberto. Os copos e os cálices, esses, era o meu pai que enchia de vinho branco, sumo de laranja ou licor de leite. A minha mãe ficava sentada, a fazer companhia ao Padre, e a olhar, aflita, para o chão de madeira que ia sendo pisado pelos sapatos sujos da terra dos caminhos e que dera tanto trabalho a encerar (duas mulheres a dar ao braço um par de horas).

(obrigada ao Outro Ente, pela lembrança)




(perdoem a escolha, sei que ainda não é dia, mas é assim que lembro a Páscoa, com alegria)

16 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada, muito, Ricardo. :)

      Boa Páscoa para ti, também.

      Beijos. :)

      Eliminar
  2. Recordações de um tempo. Que excitação!
    Bela prosa, Maria. E as amêndoas?
    Páscoa feliz!!!
    Estou com problemas no portátil ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As amêndoas também estavam na mesa. :)
      Saudade do tempo em que a minha tarefa era simples.

      Boa Páscoa, Agostinho. :)

      Eliminar
  3. Querida Maria Eu,
    Que bonito texto.
    Obrigado,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que agradeço, caro Ente.

      Beijos e uma boa Páscoa. :)

      Eliminar
  4. Belo texto seu de recordação de Páscoa com alegria Maria, embora por aqui alguns ainda cumpram o "ritual" de receber o compasso pascal, nota-se que cada vez mais há portas fechadas...
    Páscoa Feliz, Maria:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na cidade é diferente.

      Boa Páscoa, meu caro Legionário. :)

      Eliminar
  5. E fizeste me voltar ao corredor das memórias felizes :)
    Boa Páscoa Maria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem.Precisamos de memórias felizes.

      Beijos, I, e boa Páscoa. :)

      Eliminar
  6. Memórias!! :) Boa Páscoa ^^
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Ember Blue.
      Uma boa Páscoa para ti, também.

      Beijos. :)

      Eliminar
  7. Recordações que ficam para sempre. Tempos idos, esses... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bom recordar, não é, GM? :)

      Beijos. :)

      Eliminar