quinta-feira, abril 16, 2015

À espera de Casanova



"La nuit revenant à la même place au centre plus blanche œil baissé courbes hésitantes perdu la mémoire ça s’étalait comme partout autour comme possession et vibrations, les premières lueurs du corps.
Là tout en mouvements concentriques elle oubliait, lentement. Espace resserré par où aucune lumière vraie ne passe. Expansions et rotations. Microfissures des lèvres invisibles.
Objets inanimés à la même place. Puanteurs dans les coins, couloirs délavés, raclements de gorges sans fin et comme en arrière du décor, la petite se pose sur son socle et attend.
Elle tourne, ça ne bouge plus. Comme casanova qui hante les murs. Le mariage. Elle pourrait tomber, se casser. Elle ne tombera pas. Elle ne se cassera pas. Dehors les phares interrompent au loin le jeu des bêtes. La petite attend sur son socle, casanova ne viendra pas la défaire. (...)"

Bérénice Biéli, in Norma




Espera, em equilíbrio perfeito, acreditando que não cairá, que não se magoará. Acho que ela não sabe, mas  Casanova não escalará os muros que a cercam.  

20 comentários:

  1. Respostas
    1. Ah, Rogério, mas de ti não haveria o que recear. Tu não és Casanova.

      Beijos. :)

      Eliminar
  2. Há sombras difíceis de penetrar. Mas não é impossível :)
    Beijos Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Resta saber se quer deixar o muro cair.

      Beijos, I. :)

      Eliminar
  3. Eu ainda acredito que não é impossível!
    As fissuras só são invisíveis aos olhos de quem não as quer ver (ou escalar).
    Beijo Maria.:9

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem sabe a escalada seja interior?

      Beijos, SD. :)

      Eliminar
  4. Por isso não devemos chorar
    pelo que nos foi tirado e sim,
    aprender a amar o que nos foi
    dado. Pois tudo aquilo que é
    realmente nosso, nunca se vai
    para sempre... Bob Marley

    ResponderEliminar
  5. Maria, quem perde nunca é quem faz! :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei bem se te entendi....

      Beijos, Legionário. :)

      Eliminar
  6. Querida Maria Eu,
    A sorte dela.
    Bom dia,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muita sorte mesmo que não veio o Casanova. Pena que não desmanche a defesa, já que não vai precisar dela.

      Boa noite, Ente, e um beijo. :)

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Ela não quer ser vulnerável, daí a pose rígida.

      Beijos, GM. :)

      Eliminar
  8. Boa tarde, se o homem fosse perfeito e vida era uma chatice de ser vivida, nada acontecia e só sabíamos utilizar o sim, só para a morte não existe solução, de resto, mesmo com arranhões desfiladeiros consegue-se ultrapassar e repor.
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não existe a perfeição e não adianta fingir.

      Beijos, AG. :)

      Eliminar
  9. Andamos sempre na "corda bamba"...
    :))

    ResponderEliminar
  10. Quem diria que a estratégia do arame é um refúgio .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece que sim, Agostinho, que pode sê-lo.

      Beijos. :)

      Eliminar