terça-feira, fevereiro 10, 2015

Partir

(Ângelo de Sousa)



Porquê ficar em terra quando partir tem o apelo do mar?


20 comentários:

  1. Porque o infinito é infinitamente mais apelativo que o finito: podemos cincundar a Terra por por mar sem encontrar terra. Mas não podemos circundar a Terra por terra sem encontrar mar.

    Boa noite, Maria!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Voemos em direcção ao infinito, ainda que apenas dentro de nós!

      Beijos, Xil! :)

      Eliminar

  2. O que de melhor tem uma partida... é a perspectiva de uma chegada!

    (e eu hoje já não vou partir para lado nenhum porque sou fã do projecto The Cinematic Orchestra...)


    Beijos nas asas de um flamingo...
    (^^)

    ResponderEliminar
  3. Partir é diferente de ir embora.

    Atenção, Maria Tu. :)

    ResponderEliminar
  4. Hoje parti... uma taça de sobremesa... :P

    Beijinhos Maria Tu ***************

    ResponderEliminar
  5. Nunca é definitivo um estar
    nem uma partida sem um voltar

    tudo se move, quando esse é o apelo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E como é saboroso o regresso!

      Beijos, Rogério! :)

      Eliminar
  6. ... ou do ar.
    Quem não parte por "mares nunca dantes navegados"
    vive os dias vazios de aventura. à espera da morte.

    ResponderEliminar
  7. Nunca devemos perder de vista o nosso ponto de partida..!:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca! Sem ele não podemos regressar! :)

      Beijos, Legionário! :)

      Eliminar
  8. Olá vivemos sem no infinito, estamos permanentemente sujeitos ao inesperado.
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o inesperado está em cada esquina.

      Beijos, AG! :)

      Eliminar
  9. Respostas
    1. Pois é, I, mas sabe tão bem voar!

      Beijos. :)

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Vi o filme. Gaivotas e muita música.

      Beijinhos, Ricardo! :)

      Eliminar