quinta-feira, fevereiro 19, 2015

Amiga

(Abbott Handerson Thayer)

De ti, ficarão os anos de juventude, as gargalhadas, as lágrimas, as palavras (tantas que elas foram). De ti, ficarão apenas as coisas boas porque não há que recordar mais nada. A doença, a dor, essas desapareceram, por fim.
Um dia, minha amiga, um dia ainda vamos encontrar-nos num sítio qualquer com que nenhuma de nós alguma vez sonhou e rir, rir muito!


16 comentários:


  1. Um abraço, um colo quente... e um beijo dos nossos!

    ResponderEliminar
  2. A memória e a fé no reencontro. São elas que mitigam a dor.

    ResponderEliminar
  3. Querer um encontro definitivo, crer na libertação das grilhetas.
    Hoje apetece Natália Correia.
    Luminoso, Maria

    ResponderEliminar
  4. Um abraço bem apertado e um beijo no coração :)

    ResponderEliminar
  5. A palavra é tempo, o silêncio é eternidade!

    O seu Amigo:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De repente percebi que nos "acompanhamos" desde 2012!
      Obrigada!

      Eliminar
  6. Sim..somos amigos!
    Havemos de encontrar-nos todos....um dia!

    Para já respeito, muito respeito pelo sofrimento dos outros...
    Um grande beijo para ti*

    ResponderEliminar
  7. A todos, obrigada! Os vossos beijos e abraços foram cobertor no frio...

    ResponderEliminar