quinta-feira, fevereiro 05, 2015

Atracção




"O que obviamente não presta sempre me interessou muito. Gosto de um modo carinhoso do inacabado, do malfeito, daquilo que desajeitadamente tenta um pequeno voo e cai sem graça no chão."

Clarice Lispector








Deixava-se enternecer com aquele gesto fugaz de uma mão que, nunca tocando a sua por completo, ficava tão perto que lhe sentia o calor.

8 comentários:

  1. Atrações físicas são comuns..., conexões mentais são raras!:)

    Maria, hoje foi complicado "entrar" no seu Blog, mas pronto...ai está o meu coment.:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)))
      Por umas horas, fechei o estaminé e quase desapareci da blogo. Foi essa a dificuldade. :)

      Beijo, Legionário! :)

      Eliminar
  2. Não é um pequeno voo, é um sentir raro e maravilhoso!
    Beijo Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os mais pequenos e desajeitados gestos são assim. :)

      Beijos, SD! :)

      Eliminar
  3. Dizia a minha avó: guarda o que não presta ...
    Dá oportunidade à surpresa! Normalizados andamos nós todos, Maria.
    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A normalização não é lá muito interessante... ;)

      Beijos, Agostinho. :)

      Eliminar
  4. Não conhecia esta frase de Clarice Lispector. Podia ser minha. :-)

    Beijinhos, Maria. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Clarice resume muitas mulheres.

      Beijos, Susaninha! :)

      Eliminar