sábado, março 28, 2015

Tristeza


Hoje, o dia amanheceu cinzento e frio. Havia pouca gente na rua, quando saiu para respirar a Primavera incipiente e escura. Deixou que os passos a levassem até onde já se sentara, de sorriso estampado no rosto, a ouvir histórias de paragens azuis com vento Suão. O chá de rooibos estava bom. Foi esvaziando o bule devagar, sem vontade de regressar à rua. Curiosamente, ao transpor a porta, na saída, o sol raiava como se antes não tivesse estado oculto em cor e temperatura. Estugou o passo e escapou-lhe. Em casa, ainda está frio, como se quer na tristeza.


24 comentários:

  1. Querida Maria Eu,
    É sair e aproveitar o sol de todos. Abrir janelas e arejar salas. Transmutar tristezas em potências de atos felizes.
    Bom fim de semana,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou transmitir o conselho. :)

      Beijo e bom fim de semana, caro Ente. :)

      Eliminar
  2. Tenho que experimentar esse tal de chá de rooibos...Espanta tristezas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela espera que sim. Eu gosto dele em qualquer ocasião. :)

      Beijos, Til. :)

      Eliminar
  3. Quando se está contente
    Até o frio nos aquece
    Quando a tristeza
    aperta
    não se aguenta
    Chá? Nunca me lembro do chá quando o odor dominante é o do café!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoro café mas o chá... Hás-de experimentar o de rooibos, Rogério!

      Beijos. :)

      Eliminar
  4. A tristeza está tão próxima da alegria como a vida vivida está da morte imaginada. Vivemos. Morremos.
    É pena que estes dois verbos estejam associados!

    Boa semana, Maria!:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se fossemos eternos, seria um cansaço.

      Beijos, Legionário, e bom Domingo. :)

      Eliminar
  5. Diz lhe para abrir as janelas da pele e fazer desaparecer essa tristeza :)
    beijos

    ResponderEliminar
  6. Podes não acreditar mas tenho aqui em casa umas 20 variedades de chá. Alegram imenso os meus dias. Havias de ver as minhas corridas animadas para o WC para despejar o chá. Lolololololololololol:))))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh. Seu doido!

      Beijinhos, amarelinho. :)

      Eliminar
  7. As cinzas ainda esvoaçam indecisas
    continuam a pairar plumbeas no ar
    lembram-nos o destino frio da pedra.

    ResponderEliminar
  8. O que nos acode é o chá
    vermelho de quente.

    ResponderEliminar
  9. Gosto de chá de rooibos, pena que hoje não me trouxe o sol e a luz... :)

    ResponderEliminar
  10. É deixar entrar o sol.

    (adoro o chá de rooibos - aliás adoro chá!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O sol é um orgulhoso, só entra quando quer!

      Beijinhos, MM. :)

      Eliminar

  11. Há pessoas que entraram na minha vida ao mesmo tempo que certos hábitos.
    E beber chá de rooibos na companhia de Amigos foi um deles.

    (há dias em que não se podem ouvir certas músicas e certas vozes... )

    ResponderEliminar
  12. Saudades de um Chá de Rooibos, com Amigos!
    Rima e é verdade.
    Beijão, Maria Tu!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alguns ficam, apenas, adiados, António Bernardo. :)

      Beijo. :)

      Eliminar
  13. Olha que coicidência gira! Há chás que nos aquecem a alma, Maria!
    Beijo

    ResponderEliminar