quarta-feira, dezembro 10, 2014

Por de mais falível




Maria Rita tem aquele jeito que parece nunca se perturbar. Traz consigo um sorriso doce e uma vontade de conciliar os desavindos. Maria Rita cedo descobre que o ditado que a sua professora de Inglês lhe ensinara com tanto entusiasmo, "where there's a will, there's a way", e que sempre lhe amansara o coração, é por de mais falível.


9 comentários:

  1. A falibilidade
    depende da intensidade
    da vontade
    depende da persistência
    depende da ânsia


    que não se esgote do entusiasmo da professora
    nem esse azul sob um trinado de cordas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem dias, Rogério, tem dias!

      Beijinhos Marianos! :)

      Eliminar
  2. queria dizer: "que não se esgote o entusiasmo da professora"

    ResponderEliminar
  3. Maria Rita parece, não é.
    Um coração falivel não é uma pedra.

    ResponderEliminar
  4. É falivel sim senhora, mas às vezes até resulta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De vez em quando, sim! :)

      Beijinhos Marianos, Uvinha! :)

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Talvez porque não são pedras, MA.

      Beijinhos Marianos! :)

      Eliminar