quinta-feira, dezembro 11, 2014

O êxtase do Amor


(Santa Tereza de Ávila, óleo francês do séc. XIX) 

Toda me entreguei, sem fim,
e de tal sorte hei trocado,
que é meu Amado para mim,
e eu sou para meu Amado.


Santa Tereza D´Ávila


(pormenor da escultura O êxase de Santa Tereza, de Gian Lorenzo Bernini)


O Amor desmedido de Tereza por Deus, numa dedicação imensa que, para além de espiritual, se torna perceptível como carnal, entre delírios e êxtases.


                                                 

16 comentários:

  1. Escreveu as mais belas declarações de amor de que há memória.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De uma força incrível!

      Beijinhos Marianos, Tétisq! :)

      Eliminar
  2. Lindas palavras do amor excessivo de Tereza por Deus.
    Adorei.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Nelma!

      Beijinhos Marianos! :)

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Por alguns dias mais! :)

      Beijinhos Marianos, MA! :)

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Quando enlouqyece, sim!

      Beijinhos Marianos, Til! :)

      Eliminar
  5. Uma outra forma de amar a vida. E tão bela que é.

    Beijinhos, Maria! :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece sê-lo, sim.

      Beijinhos Marianos, Susaninha! :)

      Eliminar
  6. Majestoso Bernini... Não são apenas as imagens que valem mais que mil palavras... Mas toda e qualquer (superior) expressão artística.

    Beijo Maria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, Eros! A Arte vale por si, sem necessitar de elogio. Bernini deixa-nos sem palavras, aliás!

      Beijinhos Marianos! :)

      Eliminar
  7. Há coisas da inocência
    esquecidas no amor
    inatingiveis por mãos
    percetivelmente puras
    por fé e pura magia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fé. Algo que gostaria de ter.

      Beijinhos Marianos, Agostinho! :)

      Eliminar
  8. Lá vou ter que me confessar... :)
    Hoje, já é a segunda vez que "tropeço" nesta santa, a primeira foi no "Comboio Nocturno para Lisboa", livro que estou a ler e que considero fascinante!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também li o livro. Falta-me ver o filme!

      Beijinhos Marianos, Rui! :)

      Eliminar