domingo, junho 14, 2015

Forte

(Tran Nguyen)


Maria Laura nunca se sentira tão sozinha. O silêncio adensara-se de tal forma que ouvia a sua respiração enquanto as teclas do Asus ensaiavam um texto ao correr dos seus dedos. Durante a tarde, num telefonema inesperado de alguém que não via há mais de dois anos, tinham-lhe dito que o seu maior problema era ser intensa em demasia, dar-se como se nada mais importasse em cada compromisso assumido, estender o ombro como fortaleza aos que a rodeiam sem nunca se lamentar das dores que a afligem. Age sempre como a mais forte e, quando cai, ninguém a leva a sério.

Eu sou forte! repete em voz alta. E continua a escrever, engolindo as lágrimas.


23 comentários:

  1. Respostas
    1. Only the words are mine, unfortunately. Trag Nguyen hás very nice paintings.

      Thank you very much for your presence, Marisa. :)

      Eliminar
  2. Hoje eu poderia também ser Maria Laura.
    Beijo Maria, belissíma partilha, obrigado.:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então dou-te um beijo ainda mais terno, SD.

      Eliminar
  3. Claro que é forte. E levanta-se, sacode o pó, recompõe-se e volta à luta :)

    Engraçado, o ciclista enlaçado :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve ser mesmo forte. :)
      Sabes que imaginei logo que reparasses nesse detalhe?

      Beijos, Ness. :)

      Eliminar
    2. Então, se tu, a Gaja Maria e a Vera não reparassem nesse pormenor, quem repararia???

      Eliminar
    3. Cá p'ra mim também pedalas e num disseste nada a ninguém :)

      Eliminar
  4. o tempo será o melhor amigo.

    bj doce

    ResponderEliminar
  5. ...e de tão habituados a que ela tomasse conta de todos, ninguém percebeu que era ela, que mais necessitava de cuidado...

    "Que eu não perca a vontade de ajudar as pessoas,
    mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver,
    reconhecer e retribuir esta ajuda."
    Chico Xavier.

    Claro que é forte, claro que somos fortes, mesmo que as lágrimas nos lavem a cara num ou noutro dia em que nos sintamos muito sozinhos/as

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há muitas Marias Lauras por aí.

      Beijos, noname. :)

      Eliminar
  6. Sofrer em silêncio não faz bem. E conter a raiva, também não. Há que libertar as lágrimas com estrondo, quando isso nos é exigido
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que Maria Laura leia este comentário. :)

      Beijos, Carlos. :)

      Eliminar
  7. Uma força que muitas vezes só existe por fora. Por dentro, precisa de um abraço, como a maioria das pessoas :)
    Um beijo Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tantas e tantas vezes, não é, JT?

      Beijos. :)

      Eliminar
  8. Somos humanos Maria Eu. E os fortes assumem que choram ;)
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será que são mesmo fortes?

      Beijos S.o.l. :)

      Eliminar
  9. Maria, já reparaste que dentro de toda a mulher vive uma Maria Laura?
    Fica um beijo e um abraço Maria:)

    ResponderEliminar