segunda-feira, junho 29, 2015

Destino


"Ninguém acreditava muito no bruxo, mas receavam que ele lhes dissesse algo de desagradável e que isso depois viesse a acontecer.
(...)
- O homem actualizado - afirmou Pergorano, bebendo mais um copo - faz uma consulta ao bruxo e leva a sua vida sem ansiedade, de acordo com o programa mais claro que vidro de celulóide. O que se passa convosco - continuou -, é que estão assustados.
(...)
Subiram até ao quarto andar. (...) A rapariga disse-lhes para esperarem. A seguir, entraram no consultório do bruxo, um por um. 
(...)
O último a entrar, foi Gauna. Serafin Taboada estendeu-lhe uma mão muito limpa e muito seca. (...)
- Em que posso servi-lo?
Gauna pensou um instante. Depois respondeu:
- Em nada. Vim só acompanhar os rapazes.
(...)
- Lamento, porque tinha uma coisa para lhe dizer. Fica para outra vez.
- Quem sabe.
- Não desespere, o futuro é um mundo em que há de tudo.
- Como na loja da esquina? - comentou Gauna - É o que reza a propaganda, mas, creia-me, quando você pede alguma coisa, respondem-lhe que já não há.
(...) Taboada continuou:
- No futuro corre, como um rio, o nosso destino, tal como o desenhamos aqui em baixo. No futuro está tudo, porque tudo é possível. Nele, você morreu na semana passada e nele vive para sempre. (...) Se no futuro não encontramos o que procuramos, será porque não sabemos procurar. Podemos sempre esperar alguma coisa."

Adolfo Bioy Casares, in O sonho dos heróis




Desenhamos o destino a cada momento do presente. Quando escrever a próxima letra, estou no meu futuro. Indago-me, porém, se saberei o quê e onde procurar. 
- Acreditas no destino? 
- Não, acredito no acaso... 
- E não é o destino um conjunto de acasos?

8 comentários:

  1. É um conjunto de acasos, para os quais nós contribuímos, em maior ou menor escala, para que se alinhem, sem que seja ao acaso...

    Boa noite, Maria :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Belíssimo trocadilho, LP.

      Beijos e boa noite. :)

      Eliminar
  2. Querida Maria Eu,
    E onde fica o livre-arbítrio?
    Bons acasos,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O livre-arbítrio também tem acasos.
      Bons acasos? Pessoalmente, é mais bons ocasos.

      Boa noite, caríssimo Ente. :)

      Eliminar
  3. Quando tento ensinar alguém a desenhar digo sempre para não usar borracha para corrigir os traços. Digo para desenhar leve, uma e outra vez. Não há traços maus ou traços errados fazem todos parte do resultado final. Há linhas que vemos e se tornaram invisíveis outras que mudaram de posição e adquiriram outro valor. No desenho não há erro, há prática constante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que o meu professor de desenho me ralhava por eu carregar nos traços! Depois não podia fugir deles...

      Beijos, Luís. :)

      Eliminar
  4. Boa tarde, será que existe o amanhã? se existe somente o hoje, como podemos falar no destino, acredito no inesperado a qual estamos sujeitos em todos os momentos.
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O hoje é o amanhã, não tarda nada.

      Beijos, AG. :)

      Eliminar