segunda-feira, junho 15, 2015

Agenda

(Vladimir Kush)


Hesito sempre, como se fosse cometer um crime de assassinato, quando risco da agenda um compromisso que, afinal, nunca acontecerá.


24 comentários:

  1. Eu escrevo a lápis para poder apagar. Parece que dói menos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Inteligente, a técnica, Luísa! :)

      Beijos. :)

      Eliminar
  2. Como não tenho agenda, atiro a culpa para a falta de memória ;)
    Com estas novas tecnologias, a coisa até quase que cola!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas há aqueles que não queremos esquecer, Sandra.

      Beijos. :)

      Eliminar
  3. Eu gosto é de riscar os que foram concluídos, já os outros, ficam ali, à vista, a atasanar-me a cabeça :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alguns, sim, são de riscar sem remorso.

      Beijos, GM. :)

      Eliminar
  4. Hoje a minha agenda é mais do que um desfilar de compromissos agendados,
    uns cumpridos, outros riscados
    mas tens razão, o importante não acontece
    mas continuo a agendar, na esperança de que aconteça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há-de chegar o dia, Rogério! Esperemos estar cá, ainda. para o vivermos!

      Beijos. :)

      Eliminar
  5. De certeza que já não agendarás muitos compromissos desse tipo :)

    ResponderEliminar
  6. eu uso o tlm... penso que também é menos doloroso.

    bj doce

    ResponderEliminar
  7. Maria,
    É frustante Maria...sobretudo para quem honra compromissos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fala o engenheiro cheio de compromissos. :)

      Beijos. :)

      Eliminar
  8. Eu mato-os todos. Não quero saber de promessas por cumprir.
    Um abraço Maria.

    ResponderEliminar
  9. Hesito, risco e fico frustrada e triste...
    :)
    Beijos Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, mas não devias ficar triste!

      Beijos, I. :)

      Eliminar
  10. Pode esquecer-se quem cancelou o compromisso, e até o próprio compromisso pode ser esquecido, mas o efeito do seu cancelamento fica a atuar, duradouro.

    Um beijinho, Maria

    ResponderEliminar
  11. Este teu post trespassou-me o peito de um lado ao outro.

    ResponderEliminar
  12. Foi, decerto, a visão das folhas a voar...

    Um beijo apertado, amiga.

    ResponderEliminar
  13. É frustrante mas um dia aquele compromisso importante vai deixar de estar riscado. Vai acontecer. Eu acredito!
    Beijinhos

    http://carpediemtome.blogspot.pt/

    ResponderEliminar