sexta-feira, novembro 21, 2014

Sombrear

(Michal Lukasiewicz)

Diz-me Cecília, em secreto desabafo:
-Não me apeteço, hoje! Desgostei-me! Não quero mais ver os traços arredondados da cara ou as maçãs salientes do rosto quando sorrio, nem os olhos castanhos que teimam em brilhar ou escurecer mostrando os sentimentos mais recônditos. Vou alisar as rugas de expressão que enquadram os meus lábios de tanto cerrá-los, em silêncio.Vou sombrear-me, é isso! 


8 comentários:

  1. Eu ajudo. Enquanto sombreias a cara
    eu escureço a casa
    Quando quiseres luz, diz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixa a casa escura, por ora, então.

      Beijinhos Marianos, Rogério! :)

      Eliminar
  2. Bom dia Maria.
    Era bom, se possível fosse.
    Há dias em também não me apeteço... ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve ser do mau tempo!

      Beijinhos Marianos, Carmem! :)

      Eliminar
  3. Ás vezes também me apetece fazer isso;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que me vou sombrear este fim de semana...

      Beijinhos Marianos, Til! :)

      Eliminar
  4. Quando a cara se farta de nós
    quebre-se o espelho da mentira.

    ResponderEliminar
  5. Dizem que dá azar por sete anos, quebrar espelhos...

    ResponderEliminar