sexta-feira, janeiro 10, 2014

Do amor não se diz

Amor é o olhar total, que nunca pode
ser cantado nos poemas ou na música,
porque é tão-só próprio e bastante,
em si mesmo absoluto táctil,
que me cega, como a chuva cai
na minha cara, de faces nuas,
oferecidas sempre à àgua.

    Fiamma Hasse Pais Brandão, in Cantos do Canto


        (Dia Mundial dos Correios, Póvoa do Lanhoso, Fotografia particular de António Abreu)

       Escreveu uma carta dizendo do amor
       Aberta, apenas três palavras: "da tua, Maria"
       Porque do amor não se pode dizer


8 comentários:

  1. Ainda recebi algumas... e escrevi outras tantas.
    :)

    ResponderEliminar
  2. Eu também. :)

    Beijinhos Marianos, Rui! :)

    ResponderEliminar
  3. Escrevi tantas... ridículas

    "As cartas de amor, se há amor,
    Têm de ser
    Ridículas."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda se escrevem... Só quem ama sabe ser ridiculamente fantástico!

      Beijinhos Marianos, Rogério! :)

      Eliminar
  4. Tudo vale a pena quando a alma não é pequena.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))

      Bom fim de semana, Legionário! Beijinhos Marianos!

      Eliminar
  5. Agora fiquei com saudade de escrever uma carta de amor e a enviar pelo correio :)

    Beijinho e bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficaram esquecidas, as cartas.

      Beijinhos Marianos, VDT, e bom fim de semana! :)

      Eliminar