segunda-feira, maio 18, 2015

Declaração



Era apenas uma declaração. Simples. 
Era apenas um pronome, "eu", e um verbo, "amar". 
Ficariam assim. O pronome por dizer e o verbo por conjugar.


19 comentários:

  1. Nunca tal pronome, será simples. É por demais complexo
    Nunca o verbo ficará por conjugar. Tem formas incontáveis, de tal forma é grande
    :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pronomes e verbos, um entrelaçar que nem sempre é fácil. :)

      Beijos, noname. :)

      Eliminar
  2. Mas ficou o respeito pelo interlocutor :)

    ResponderEliminar
  3. As declarações simples são genuínas, verdadeiras, transparentes e sinceras assim como o (t)eu verbo amar:)
    Muito bonito, Maria.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E são difíceis, também. :)

      Beijos, Sandra, e muito obrigada. :)

      Eliminar
  4. Declaração ainda mais simples, pois quase dispensa o pronome
    o mesmo verbo, no gerúndio
    a melhor forma do mundo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amando? :)

      Beijos, Rogério. :)

      Eliminar
    2. Amando!
      Ontem, hoje e sempre
      O quê?
      Tudo!
      e até o Mundo

      Eliminar
  5. É dizer num sopro só: "amariaeu". :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))) Gostei do trocadilho. :)))

      Beijos, JM.

      Eliminar
  6. Uma prova de português cuja taxa de retenção dos alunos é cada vez maior :)
    Beijos Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por isso não defendo os exames. :)

      Beijos, I. :)

      Eliminar
  7. Querida Maria Eu,
    O que fica por dizer nem sempre fica por entender. Mas, o que fica por conjugar ficará sempre por viver.
    Um beijo,
    Outro Ente

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conjugue-se, então.

      Beijos, caro Ente. :)

      Eliminar
  8. Do verbo que mais deveria ser conjugado, do pronome que mais devia utilizar esse verbo :)

    ResponderEliminar
  9. Estás muito mais enfarinhada do que eu nesta sequência de conjugações linguísticas,mas:

    Deixo que as coisas aconteçam
    Neste mundo de Marias
    Que os verbos não esmoreçam
    Nos pronomes que dirias!
    Nesse dizer se começam
    As acções que sonharias...

    Nos verbos se concretizam
    interacções desta vida
    eu, tu, ele, nós,vós eles
    uma sequência infligida
    Nos verbos do dia a dia ...
    Tempo e modo podem ser as fantasias
    De quem tem taras ou manias!


    Beijinho conjugado num tempo em que o modo ...é o verbo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas tu fazes isto bem melhor do que eu! :)))

      Beijos, Maria/Manel. :)

      Eliminar