terça-feira, outubro 27, 2015

O leip-bya (texto reeditado)

"O leip-bya é uma espécie de espírito, com asas como uma borboleta, mas voa de noite. (...) Há birmaneses que dizem que a vida de um homem se encontra num espírito que é como... uma traça. O espírito fica dentro do corpo, o homem não pode viver sem ele. Os birmaneses também dizem que o leip-bya é a razão por que sonhamos. Quando um homem dorme, o leip-bya sai-lhe da boca e voa de um lado para o outro e vê coisas durante essa viagem e essas coisas são os sonhos. O leip-bya tem sempre de regressar para dentro do homem pela manhã. É por isso que os birmaneses não querem acordar as pessoas adormecidas. Talvez o leip-bya ainda esteja longe e não possa voltar para casa com a rapidez suficiente. (... ) Se o leip-bya se perder ou, se durante a viagem for apanhado e comido por um bilu... como é que se diz?... um espírito maligno... então é o último sono desse homem." 

Daniel Mason, in O Afinador de Pianos


 (Carmelo Blázquez Jiménez)

Se vires uma borboleta a sair da boca de um homem, segue-a e saberás os seus sonhos.
Se vires uma borboleta a entrar na boca de um homem, não o perturbes, são os seus sonhos a invadi-lo.


13 comentários:

  1. E elas têm que chegar todas a tempo, ou não haverá borboletas na barriga, nunca mais :=)

    Boa noite Maria TU

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca acordar quem dorme e nunca matar uma borboleta, portanto! :)

      Beijos, noname, e boa noite. :)

      Eliminar
  2. Nunca dei um nome a Minha Alma
    leip-bya?
    Vai gostar
    por lhe passar a chamar

    ResponderEliminar
  3. Sonhos nas asas das borboletas?
    É uma imagem bonita.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (esqueçamos a parte das traças) :)

      Beijinhos, Pedro. :)

      Eliminar
  4. Não se consegue matar traças depois disto!

    ResponderEliminar
  5. Por isso gosto tanto de borboletas. Agora sei porquê, levam e trazem os meus sonhos :) Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema das borboletas é serem efémeras...
      mas também gosto delas

      Eliminar
    2. Os sonhos também são...

      Beijo aos dois. Menina e menino. :)

      Eliminar
  6. Os birmaneses não usam bolas de natalina, pois não, Maria.
    Agora percebo a razão de haver tanta gente infeliz pelo mundo, incapaz de sonhar.
    Bj, Maria para que o sonho ... sempre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que nunca nos matem os sonhos, Agostinho!

      Beijinhos. :)

      Eliminar