sábado, outubro 03, 2015

Até que a noite venha

(Edward Muybridge)

To fling my arms wide
In some place of the sun,
To whirl and to dance
Till the white day is done.
Then rest at cool evening
Beneath a tall tree
While night comes on gently,
Dark like me-
That is my dream!

To fling my arms wide
In the face of the sun,
Dance! Whirl! Whirl!
Till the quick day is done.
Rest at pale evening...
A tall, slim tree...
Night coming tenderly
Black like me.


Langston Hughes








Abrir os braços largamente
Algures, à luz do sol,
Rodopiar! Dançar!
Até que se desvaneça a luz do dia 
Depois, descansar numa fresca manhã
Sob uma árvore alta
Enquanto a noite vem mansamente
Negra como eu 
Esse é o meu sonho!

Abrir os braços largamente
Algures, à luz do sol,
Dançar! Rodopiar! Rodopiar!
Até que se desvaneça o dia breve 
Descansar na tarde pálida...
Uma árvore alta, esguia...
A noite mansamente vindo
Negra como eu.

Langston Hughes, tradução de Maria Eu

12 comentários:

  1. Negra como tu? Oras. Só se o negro for o da menina dos teus olhos brilhantes como o sol.
    Heheheheheh Abraço miúda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Negra como o autor do poema, um lutador pelos direitos dos negros. :)
      Mas eu agradeço muito essa dos olhos brilhantes como o sol! Oh, se agradeço, Uvinha!

      Beijos. :)

      Eliminar
  2. Mesmo que haja noite no coração, vale a pena sorrir para que haja estrelas na escuridão.

    Bom fim de semana, Maria!:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vale, sim, Legionário. :)

      Beijinhos e um óptimo fim-de-semana para ti, também.

      Eliminar
  3. Claro escuro, branco preto, alvo negro... a mesma natureza.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre a mesma, sim, Agostinho!

      Beijinhos. :)

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Até ser um melhor dia, onde ser negro ou branco não faça qualquer diferença.

      Beijinhos, Puma. :)

      Eliminar
  5. Vi ali o meu nome, Maria, e não era eu.
    Estive à espera que a borrasca passasse.

    Abri os braços ao tempo e veio sol
    se o tenho ainda, antes que seja tarde,
    de manhã ou à noite, tanto faz,
    agora mesmo que sou capaz.
    Rodei perdi o fôlego e acabei
    agora que o sol me pôs.

    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rodar e depois adormecer.

      Beijos, Agostinho. :)

      Eliminar

  6. O mundo precisa de mais pessoas como você.
    Não há uma pessoa sequer que não passe por problemas, tristezas, angústias...
    Mas o sorriso vem no amanhecer!...
    AbraçO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há sempre uma luz depois da escuridão.

      Beijos, Nidja. :)

      Eliminar