sexta-feira, outubro 09, 2015

Este ano, a moda é usar peles

(mateica88, em Deviantart)


Era uma vez um lobo, grande, lindo, de pelo cinzento brilhante e olhar profundo. Tinha por costume, o lobo, ir ao bosque em longos passeios. Certo dia, ainda o sol mal nascera, já ele andava alegremente por entre as árvores, a sentir o perfume das flores, quando ouviu uma voz feminina elevar-se numa canção da Janis Joplin (Oh God, won't you buy me a Mercedes Benz...). Ficou pregado no meio do caminho, esperando a dona da voz que escolhera a sua canção favorita para entoar logo pela manhã. Não tardou nada, uma jovem vestida com um provocante vestido  e uma capa vermelha pelos ombros apareceu na curva.


- Bom dia! disse-lhe ele.

- Bom dia! respondeu ela com um sorriso provocante nos lábios pintados a preceito.
 - Não tens medo de andar pelo bosque sozinha? perguntou o lobo.
- Eu? Claro que não, meu caro lobo! respondeu enquanto acendia um cigarro. Gosto de andar pelo bosque e já imaginava que, um destes dias, encontraria um lobo assim, sexy como tu! continuou.
O lobo não cabia em si de contente. Ia a caminho da casa de férias da avó para a ajudar a resolver uns problemas com a rega do jardim mas não precisava apressar-se.
- E tu, lobo, onde vais assim tão cedo? perguntou ela, soprando o fumo em pequenas espirais.
- A casa da minha avó, ajudar com a rega do jardim. respondeu o lobo com a cauda a abanar afanosamente.
- Posso acompanhar-te? prosseguiu ela.
- É um prazer! retorquiu o lobo, mortinho por lhe sentir o perfume mais de perto.
Foram andando em direcção à casa, ela meneando as ancas e roçando-as no pelo dele de vez em quando, ele quase a uivar de excitação. Chegados ao destino, a avó deu-lhes a boas vindas com uns daiquiris e disse-lhes:
- Meus filhos, estou muito cansada. Vou dormir um bocado antes de almoço.
- Ai, avozinha, posso ir consigo? Cansou-me tanto, o passeio pelo bosque! perguntou ela.
E foram ambas para o quarto enquanto o lobo ficou a tratar da rega do jardim. Duas horas mais tarde (o diabo da rega não atava nem desatava) o lobo entra em casa pé ante pé e espreita pela porta entreaberta do quarto.
- Entra! disse a rapariga. Deita-te aqui um bocadinho!
O lobo, encantado, enfiou-se entre os lençóis e, estranhando não ver a avó, perguntou:
- Onde está a avó?
- Foi às compras à mercearia aqui do lado. disse ela, enquanto limpava a boca à colcha, disfarçadamente.
 Ele olhou para ela, ali deitada tão perto que lhe sentia a respiração quente, e encetou uma conversa, sussurrando:
- Tens uma pele tão macia!
- É para as mãos deslizarem melhor!respondeu ela.
- E tens uns olhos tão brilhantes!
- É para te ver cada detalhe!disse ela, sorrindo.
- E tens uns lábios tão carnudos!
- É para te comer melhor! E, sem mais delongas, COMEU-O!

Escusado será dizer que Capuchinho ficou com problemas digestivos e, durante a cirurgia ao estômago a que se submeteu, retiraram-lhe, para além de uns óculos de ver ao perto e de uma camisa de noite em flanela, pele cinzenta de tamanho suficiente para fazer uma estola e uns punhos.
- Preciso de ir ao bosque outra vez. pensou. Este ano a moda é o castanho!



25 comentários:

  1. Ah, Maria já não há lobos como antigamente, os novos são muito sofisticados. :)
    A inspiração anda por aí, sem dúvida.

    Um bom final de semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar não há é Capuchinhos como as de antigamente, AC! ;)

      Beijinhos e uma boa semana. :)

      Eliminar
  2. Ahahahahahh
    Adorei esta versão

    Boa noite Maria Tu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um bocadito mais moderna, não é? :P

      Beijos, noname. :)

      Eliminar
  3. Esta versão é realmente bem original!
    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Bom fim semana , Maria. Este, está mais para o cinzento do que castanho - um outsider, sem dúvida -, a " borrifar-se" para as tendências.
    Beijinhos :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então é como eu. Borrifo-me para as tendências, também. :)

      Beijos, Mia. :)

      Eliminar
  5. Afinal o capuchinho era a "femme fatale" e (para mim) a moda será sempre pele.
    Bom fim de semana com boa escrita e leitura

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A eterna fantasia da pele sob as peles... ;)

      Beijinhos, Urso Misha. :)

      Eliminar
  6. É uma versão bem divertida da história.
    Mas não gosto de peles naturais. E há lobos muito indigestos :)
    Beijo Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estas peles estão deveras corroídas pelos sucos gástricos! Eheheheh!
      Há lobos do piorio, de facto! ;)

      Beijos, ana p. :)

      Eliminar
  7. Que capuchinho vermelho tão atrevido!
    História muito divertida, Maria!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também me diverti a escrevê-la, Isabel!

      Beijos. :)

      Eliminar
  8. Fizeste algo de maravilhoso,
    de desmontagem e de gozo

    1º- o enleio do texto
    2º- a denúncia dessa coisa horrorosa a que chamam moda
    3º- ter pena do pobre lobo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu Deus, Rogério, até me fazes parecer talentosa! :) Muito obrigada, mesmo! :)

      Beijinhos. :)

      Eliminar
  9. Naquele tempo ia-se ao bosque, como agora se vai ao shopping :)
    Uma história criativa e bem (des)construída - excelente para m fim de semana de chuva.

    Um beijinho, Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uns bosques muito divertidos, com lobos ingénuos... :P
      Muito obrigada, Miss Smile!

      Beijos. :)

      Eliminar
  10. eheheh já nem se pode ser lobo pois os capuchinhos de hoje não facilitam. Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei porquê mas, de repente, vi a Capuchinho numa bike!! :P

      Beijos, GM. :)

      Eliminar
  11. Ahahaha... Gostei desta história ao contrário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Luísa! Gostei que tivesses gostado!

      Beijos. :)

      Eliminar
  12. Ora valha-me Deus, as minhas encomendas... dizia a minha avózinha.
    Já dizia era e agora aindvamosa era?! Vem aí o inverno Maria, que jeito dão peles.
    Vou ver se ajeito uma para embrulhar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheheh. Olha que tens que ir com cuidado porque há muitos lobos com pele de cordeiro.

      Beijinhos, Agostinho. :)

      Eliminar