quinta-feira, dezembro 05, 2013

Transfiguração

Há mulheres que escolhem viver como homens. Na Albânia, as "burneshas", decidem viver como se fossem homens, fugindo a um destino de casamentos arranjados pela família. Para isso, de acordo com um costume ancestral que já data do Séc. XV, fazem voto de virgindade, cortam o cabelo, usam roupas de homem e copiam-lhes os gestos e as atitudes. As "burneshas" perdem a sua condição de mulher mas passam a ter os mesmo direitos que o homem (ter negócios, usar armas, conduzir e votar).
(Fotografia de uma "brunesha" por Jill Peters)

Há mulheres que escolhem ser homens porque só os homens "são"!

4 comentários:

  1. Conclusão: não sendo mulheres, nem homens são...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não. Não são homens mas, pelo menos, conseguem que as tratem com alguma dignidade...

      Beijinhos Marianos, Rogério! :)

      Eliminar
  2. De alguma forma, são como amazonas do tempo moderno -- automutilam-se, para poderem ir "à guerra". Estranha condição, sempre no limiar entre o presente e o que querem esquecer...

    Boa noite, Maria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito estranha e triste, Xil.

      Beijinhos Marianos! :)

      Eliminar