quinta-feira, dezembro 26, 2013

Luz



                             (Moussin Irjan)



"- Acendo a luz?" perguntou-lhe, ao entrar na porta à sua frente.

"- Não é preciso. Tu iluminas os lugares!" respondeu-lhe.

14 comentários:

  1. Há luzes que não se confundem, a do seu Blog Maria, é única!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Legionário, a luz está em quem olha e não em quem escreve.
      Agradeço a tua sempre inestimável atenção! Um blog só o é verdadeiramente se tiver leitores e comentadores.

      Beijinhos Marianos! :)

      Eliminar
  2. Respostas
    1. De dentro para fora...

      Beijinhos Marianos, MA! :)

      Eliminar
  3. Que é a luz senão uma impressão do olhar? Toda a luz do mundo já existe nos olhos -- o Sol, as lâmpadas, as pessoas, apenas dialogam com a luz já existente. Assim a transformam, como que por alquimia.

    Boa noite, Maria. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O olhar tem toda a nossa luz interior. Por isso gosto de olhar nos olhos, sempre.

      Beijinhos Marianos, Xil! :)

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Emanar a luz interior!

      Beijinhos Marianos, Lídia! :)

      Eliminar
  5. Apago a luz?
    Sim, basta a chama de quem se ama...

    ResponderEliminar
  6. Olá Maria Tu!
    E hoje acendeste a luz da blogosfera! Vou passar a ser um devoto Mariano, para não perder a luz...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela presença, Tio do Algarve! Fico contente por te ter entre os meus "devotos"!

      Beijinhos Marianos! :)

      Eliminar
  7. ou então não seria preciso a luz para se verem...

    beijinhos:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viam-se com a ponta dos dedos, com o eco das vozes...

      Beijinhos Marianos, je suis...noir! :)

      Eliminar