sábado, julho 11, 2015

Passo de dança

(Pietro Antonio Rotari)

Apaixonara-se. Rasgava-se-lhe o peito numa ferida funda, dolorosamente aberta. A boca pedia-lhe beijos que não fossem uma mornidão de lábios em fuga na pressa de segundos. O corpo ardia-lhe noite adentro no desejo de outro corpo em complemento do seu, aquele, apenas, e não outro. Havia Carlos, era verdade. Passava por ela como se nunca o fizesse intencionalmente e abria aquele sorriso terno, sempre. Dizia-lhe das viagens, dos livros, dos sonhos. Mas não era Carlos que a arrebatava em passos de dança inesperados, mesmo sem que houvesse música. 

18 comentários:

  1. O segredo da existência não é apenas viver, mas saber para que é que se vive.

    Belo texto Maria, bom fim de semana!:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para dançar, talvez? :)

      Muito obrigada, Legionário, e uma boa semana para ti. :)

      Eliminar
  2. A cabeça dita um, o coração dita outro. Qual dos dois é que sai vencedor? :)

    Adorei, Maria, como sempre.

    Beijinhos, bom fim-de-semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma eterna luta!

      Muito obrigada, Lindinha. :)

      Beijocas e... boa semana. :)

      Eliminar
  3. Aaaah a paixão e o baile em que faz andar cabeça e coração
    Lindo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma doideira!

      Obrigada e um beijo, noname. :)

      Eliminar
  4. A paixão não se explica, dança-se (mesmo que não haja música)
    É que é mesmo isso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dança-se, pois! :)

      Boa tarde, caro Rogério. :)

      Eliminar
  5. Há urgência na resolução daqueke estado febril que não vai com pracetamol.
    Um belo texto, Maria.
    Bom domingo e bj .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Corramos ao médico, então, a mudar a prescrição
      Obrigada!

      Bom final de dia, Agostinho. :)!

      Eliminar
  6. Passando pela net encontrei o seu blog, estive a folhear achei-o muito bom, feito com muito bom gosto.
    Tenho um blog que gostava que conhecesse. O Peregrino E Servo.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog para o seguir também.
    Que haja paz e saúde no seu lar.
    Com votos de saúde e de grandes vitórias.
    Sou António Batalha.

    ResponderEliminar
  7. O bailado dos sentidos que deixa a cabeça às voltas. Ou será que é ao contrário? :)

    Um beijinho, Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que ambas as hipóteses são possíveis.

      Beijos, Miss Smile, e uma boa noite. :)

      Eliminar
  8. Não há viagem como a dança dos sentidos!

    Votos de uma boa semana, Maria. :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então se for com paixão...

      Boa semana para ti, também, Maria. :)

      Eliminar
  9. É a dança do coração que nem sempre coincide com a da razão. Beijos Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O coração, esse safado!

      Beijocas, GM. :)

      Eliminar