quinta-feira, abril 03, 2014

Faz conta...

 (Luís Noronha da Costa)
“Sabes o que é não sentir o coração e sentir o coração, tud’uma batida só, sangue leve no peito e lágrimas limpas a escorrer? Faz conta foste na pesca, rede e tudo, e em vez do peixe grande meteste a rede na água e te veio uma nuvem? Se é impossível? Eu sei lá, avilo, eu sei lá… Desde cadengue que ando então a ver as nuvens dançar nas peles do mar, e me pergunto: assim calminho, liso tipo carapinha com desfrise, o mar não tem nuvens dele também? De onde eu venho é muito longe, por isso, juro mesmo, nasci de novo. Vou te confessar: espanto é só aquilo que ainda nunca tínhamos vivido com nossa pele!” 

Ondjaki, in Quantas Madrugadas tem a Noite

Era uma vez um pescador de nuvens. Ia de mansinho até ao mar e deitava a rede em dias de calmaria. Sim, porque o pescador queria nuvens brancas, diáfanas, e não cinzentas e escuras!  Costumavam rir-se ao vê-lo passar, logo de manhãzinha. Mas ele limitava-se  a sorrir. Só ele sabia como pescar nuvens e como ficava linda a sua casa, igual a um céu de verão.

Maria Eu


15 comentários:

  1. Sou pescador... vou-te confessar
    Pesco num rio triste
    Não pesco com rede, nem no mar
    Lanço a linha a um sonho que persiste

    Se vier nuvem, que seja branca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que seja branca, sim, Rogério!

      Beijinhos Marianos! :)

      Eliminar
  2. Gosto de imaginar o que me apetecer e de viver o que sonho.
    Quem é que não gosta de saltar para cima das nuvens e de chegar junto das estrelas!
    Adoro vir aqui. Faz-me bem :)
    Um beijo Maria linda :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tão bom sonhar! Que nunca nos possam roubar o sonho!
      Muito obrigada, I! Fazes-me sorrir! :)

      Beijinhos Marianos, menina dos textos densamente belos! :)

      Eliminar
    2. Duas quê? Melosas? ;)

      Beijinhos Marianos, AMN! :)

      Eliminar
  3. Eu quero o mapa das nuvens e um barco bem vagaroso...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E estas palavras podiam ser o início de um poema. :)

      Beijinhos Marianos, Legionário! :)

      Eliminar
  4. É é tão bom "pescar nuvens" de vez em quando...
    Principalmente, quando sentimos o nosso mar revolto!
    Sonhar nunca fez mal a ninguém... ;)

    Beijo grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Melhor do que nuvens, só estrelas! ;)

      Bejinhos Marianos, Nikita! :)

      Eliminar
  5. Faz de conta...
    Faz de conta é o meu mundo favorito. Mas a realidade é precisa.
    Um dia, não sei por magia de que inspiração, escrevi uma frase (sim às vezes tenho a mania que sei escrever) que acho que também te define...
    Mulher, com olhos de menina e coração de criança, presa entre a realidade e o sonho, onde só alguns sobrevivem, é lá que eu quero viver.
    Beijinhos Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bonito, Mafy! Obrigada!

      Beijinhos Marianos! :)

      Eliminar
  6. Bom dia :)
    Obrigado pelas tuas palavras na canção que anda (walking song) e em pulsação.
    Esta valsa (link) é espanto caminhante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) Olá, Catarina! :) Não tens que agradecer! :)

      Há músicas assim...

      Beijinhos Marianos!

      Eliminar
    2. como não sei se percebi o que querias dizer, agradeço. :)

      Eliminar