quinta-feira, março 13, 2014

Trémula


(Marrit Beer)

"Porque tremes?" pergunta-lhe, abraçando-a.
"Porque, quando me tocas, não consigo deixar de tremer!" respondeu-lhe, encostando a cabeça no seu peito.



17 comentários:

  1. eu já tremi.

    amo essa música.

    um beijo, linda Maria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bom, tremer...
      E a música é para lá de bela!

      Beijinhos Marianos, Dos Énes! :)

      Eliminar
  2. É a pele que vibra e que treme quando se ama :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A pele e o corpo todo.

      Beijinhos Marianos, I! :)

      Eliminar
  3. Arrepiada?Trémula?Bamba?

    Febre, Maria, febre...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo! Febre! :)

      Beijinhos Marianos, JM! :)

      Eliminar
  4. A mão tremula, a mente com milhões de pensamentos e muito confusa, mas não confusa de não saber o que quer, pela primeira vez, nunca teve tanta certeza do que queria, nunca esteve tão certa de estar feliz por apenas estar ali, e está ali pelo simples facto de estar feliz, de apenas estar ao lado da pessoa que lhe faz arrancar suspiros fascinantes com apenas um olhar, com o sorriso mais lindo que já tivesse visto e com a sua voz doce que fica em sua mente todas as noites em claro que passa imaginando o futuro dos dois, nunca esteve nesse “filme de romance” que tanto via e ouvia falar, então com a sua cabeça deitada no peito dele, ela ouve aquela musica de fundo em sua cabeça, a mão tremula, a mente com milhões de pensamentos e muito confusa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De vez em quando, somos protagonistas de um "filme de romance".

      Beijinhos Marianos, JM! :)

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Memória táctil?

      Beijinhos Marianos, MA! :)

      Eliminar
  6. Até eu tremi, Maria! As conjugações que fazes deixam-me deslumbrada. :)

    Kiss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh! Obrigada! :)))

      Beijinhos Marianos, Vénus! :)

      Eliminar
  7. Sentir alguém tremer no nosso peito é uma recordação inesquecível !
    Arvo Pärt também faz parte do meu imaginário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A trémula antecipação, emoção, devoção... :)
      Pärt é magnífico!

      Beijinhos Marianos, Ricardo! :)

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Eu sei que tu sabes! :))

      Beijinhos Marianos, S*zinha! :)

      Eliminar
  9. Há pessoas que nos deixam assim :)) Bonito :)

    ResponderEliminar