sexta-feira, novembro 01, 2013

Direcção única

         

"A direcção única não é assim uma coisa tão recente como toda a gente o pode imaginar à primeira vista. Muitíssimo antes de haver automóveis, carruagens e carroças, muitíssimo antes mesmo de ter sido inventada a própria roda, já hevia no mundo a direcção única.

Ela já data daquele dia memorável em que Deus, depois de ter criado o Mundo, deu a alternativa ao Homem.

Mas entre Deus e o Homem há uma diferença dos diabos.

Entregou Deus ao Homem o nosso planeta inteirinho, com todas as suas maravilhas, com todo o esplendor de todas as suas múltiplas fortunas, e ao confiar-lhe desta maneira todas as riquezas da terra, disse-lhe:
- Toma para ti, tudo isto tem uma direcção única.
E levou ao máximo a sua lealdade de Deus para com o Homem, avisando-o como bom e verdadeiro amigo, de que havia também direcções proibidas e, por conseguinte, que tivesse muito cuidadinho com elas."

José Almada Negreiros, in “6 texto de intervenção, Obras Completas”

              (tapeçarias de Portalegre reproduzindo obras de Almada Negreiros)

A bondade de Deus é infinita!  Um planeta  inteirinho onde o Homem pode fazer tudo, desde que na direcção por Ele indicada como certa.
God, my man, you're the best!

10 comentários:

  1. Mundus a Domino constitutus est.
    Mundo autem condito, homo factus
    est.
    Viro Admus, mulieri Eva nomen
    fuit.

    Sulpício Severo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deus fez o Mundo mas bem que podia cuidar melhor dele! ;)

      Beijinhos Marianos, Legionário! :)

      Eliminar
  2. Que seria de nós se não pudéssemos escolher outras direções. No entanto, há que não esquecer que os atalhos, por regra, são maus caminhos e muitas vezes acabam por não levar a lado nenhum. E outros caminhos são mais longos e exigem maior esforço. E ainda que quando se escolhe outra direção há que ser firme e determinado. E acima de tudo, ninguém pode garantir que é um caminho melhor :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Disseste tudo e de forma bem clara! Temos que saber caminhar, independentemente dos escolhos que encontremos no caminho. Contudo, nem sempre o mais fácil é o que nos leva a bom porto!

      Beijinhos Marianos, Ness! :)

      Eliminar
  3. A direcção única, indicada por Deus, tem tantos e tão duradouros desvios... são, assim fundamentados os receios de a humanidade se poder perder...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já não são receios, Rogério, são certezas.

      Beijinhos Marianos e grata pela presença! :)

      Eliminar
  4. Ah, mas ele deu-nos o livre arbítrio -- ou seja, corda suficiente com que nos tramarmos (para não usar outra palavra). E bem o temos aproveitado...

    Boa noite Maria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois deu, o sacana! :p

      Beijinhos Marianos, Xil! :)

      Eliminar
  5. A culpa não pode ser só do homem... e a víbora?
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui!! Mas há tantas víboras!! :D

      Beijinhos Marianos, Rui e obrigada pela presença! :)

      Eliminar