segunda-feira, outubro 28, 2013

Saudade



        (Saudade, Pindaro Castelo Branco)

Há um ruido surdo,
Um eco repetido.
Há uma dor funda,
Um espinho cravado.

Como se mata a saudade?

10 comentários:

  1. Para mim, a saudade não se consegue matar. Pode tornar-se mais serena, ao ponto de aprendermos a viver com ela, mas só depois de devidamente sofrida. E para começar temos de a aceitar. Aceitar a dor, a falta de sentido, a revolta,...Depois, há de chegar o momento em que a saudade nos permita recordar, mais frequentemente, os momentos felizes. Mas também hão de existir sempre momentos em que a saudade magoa, fere. Momentos em que a saudade parece maior que o corpo que a embala.

    Opinião de alguém que há 4 anos convive com a saudade...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apetece insultar a estúpida da saudade!!
      Beijinhos Marianos! :)

      Eliminar
  2. Há dor que mata a pessoa
    Sem dó nem piedade.
    Porém não há dor que doa
    Como a dor de uma saudade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dor das fortes!

      Beijinhos Marianos, Legionário! :)

      Eliminar
  3. O problema é que ela não morre! Nem com tiros, nem com veneno.... É como um daqueles monstritos dos filmes de terror que se multiplicam, só que sem "ponto fraco".

    Beijinhos:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E são monstritos que mordem...

      Beijinhos Marianos, je suis...noir! :)

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Podendo havê-lo...

      Beijinhos Marianos, Tétisq! :)

      Eliminar
  5. Lá diz a canção que a Simone imortalizou: "Que a saudade é o pior tormento, É pior do que o esquecimento."
    Persistente, a dita...

    Boa noite, Maria!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Persistente para além da conta...

      Beijinhos Marianos, Mr. Xil out! :)

      Eliminar