terça-feira, outubro 22, 2013

Promessas

 
 (Abbot Handerson Thayer)

Onde estão as asas que me prometeram? 
Onde, os voos em loop
Onde, os desenhos traçados a fumo no céu azul?

 

12 comentários:

  1. As asas nem sempre são uma benção. Os anjos, por vezes, abdicam voluntariamente delas, como sabemos, para andarem entre os homens, livremente. Pode-se ser mais livre na terra do que nos ares, como eles atestam.

    Boa tarde, Maria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se as asas significam ser escravo de Deus e servidor dos homens, talvez. As asas a que me refiro são as da concretização dos sonhos.

      Beijinhos Marianos, Mr. Xil out! :)

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Quem sabe? :)

      Bbeijinhos Marianos, menina da auréola! :)

      Eliminar
  3. Mara, tu não precisas de asas...fecha os olhas e deixa-te "voar".

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Felizes os que sonham, ainda que não possam realizar os vôos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sonhar compensa... Pelo menos temporariamente.

      Beijinhos Marianos, Legionário! :)

      Eliminar
  5. Já viste o filme "Asas do desejo". aconselho:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Wim Wenders :)

      Tenho um post preparado com um extracto do filme. :)

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Também tu? :)

      Beijinhos Marianos, Loirinha pedaladora! :)

      Eliminar