quinta-feira, janeiro 12, 2017

Tango


(Fabian Perez)

Pneumotórax

Febre, hemoptise, dispnéia e suores noturnos.
A vida inteira que podia ter sido e que não foi.
Tosse, tosse, tosse.

Mandou chamar o médico:
- Diga trinta e três.
- Trinta e três… trinta e três… trinta e três…
- Respire.

- O senhor tem uma escavação no pulmão esquerdo e o pulmão direito infiltrado.
- Então, doutor, não é possível tentar o pneumotórax?
- Não. A única coisa a fazer é tocar um tango argentino.


Manuel Bandeira




E então, ainda que tomado pela vida que poderia ter sido e não fora, levantou-se, vestiu o fato preto de bom corte, onde sobressaía a camisa imaculadamente branca, ligou a Maria Eduarda pedindo-lhe que viesse e pôs a tocar um tango argentino.


28 comentários:

  1. Respostas
    1. Certamente, cavalheiro! Desde que não se importa que lhe pise os pés!

      Beijinhos, Rogério :)

      Eliminar
  2. Há dois que são inesquecíveis - Al Pacino em Scent of a Woman e Brack Obama, com uma falta de jeito bestial mas a ser aquela pessoa simples e natural que é.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Haja paixão em tudo quanto faças!

      Beijinhos, Pedro :)

      Eliminar
  3. hemoptise e tango são a combinação perfeita!
    bom dia Tutu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eheheheheh. então não são?

      Boa noite, Stormy :)

      Eliminar
  4. “No importa cuanto tango hay en tu vida, sino cuanta vida hay en tu tango.”
    Diego Riemer, 'El Pájaro'

    Belo Post, Maria;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esso es verdad! :))

      Beijinhos, Legionário, e obrigada :)

      Eliminar
  5. Of course you've selected the sexiest and most romantic dance scene of all,
    "Por Una Cabeza." Viva la tango.
    I love it.
    x o x

    ResponderEliminar
  6. e de salto alto (dizem que faz bem ao respirar...pois o ar é mais limpo lá em cima!)

    boas danças!

    bom dia

    -___-

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Salto alto é indispensável, mas já o vi dançar descalço e que bem!

      Beijinhos, Moonchild :)

      Eliminar
  7. Sou ambivalente face ao tango, porque é uma dança machista.

    Prefiro o Flamenco.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que depois dessa origem, o tango evoluiu muito.

      Beijos, São :)

      Eliminar
  8. Não podendo dançá-lo agora, fico a vê-lo. :)

    ResponderEliminar
  9. Tango! Muito dificil de dançar mas quando se sabe é lindo.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E ver dançar é fantástico, também!

      Beijos, papoila :)

      Eliminar
  10. Adoro dançar apesar de ser um pé de chumbo. Tango parece-me bem :)

    ResponderEliminar
  11. ... e dançaram o derradeiro tango.
    anda por aí uma epidemia de pneumotorax?
    Não vale hesitar... um "fuinho" e tango.
    A Bem da Dança prescreva-se sem restrições
    orçamentais e outras que tais.
    nb - o fuinho é na traqueia!
    Soberba Maria
    (atenção que não é pecado capital.
    antes virtude)
    Com Manuel Bandeira e tudo!
    o resto:
    pronto
    Bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim seja, Agostinho! Venha o fuinho e o tango! :)))
      (obrigada. muito)

      Beijinhos :)

      Eliminar
  12. Adoro ouvir e dançar o tango!! (quanto às hemoptises próprias desses tempos, já não acho tanta graça...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro, Graça, o tango é que vale! Hemoptises? Cruzes!

      Beijos :)

      Eliminar
  13. Belíssimo, o tango e as palavras. Uma dança perfeita, Maria...

    ResponderEliminar
  14. Já não se dança o tango argentino como antigamente, Maria Eu. rsrs
    O pobre do homem, assim tão doente, deve ter ido desta para melhor depois deste tango com a Maria Eduarda ! :))
    Um tango que representa imensos abraços ! Quem sabe se a oxitocina o fez curar ?... :))

    Beijo, mesmo sem tango ! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))) Se calhar curou-se de vez, Rui!

      Beijinhos :)

      Eliminar