sábado, agosto 30, 2014

O meu amor


(Tibor Gyenis - Hommage á Ana Mendieta -1999)

Quando penso nele, nas suas mãos, percebo a beleza dos troncos de árvore e porque se erguem em direcção ao céu, percebo o dia e a noite.
Quando me beija e a sua boca devora a minha, percebo de que são feitas as mais exóticas especiarias.
Quando penso nele, percebo a cupidez de um pêssego.
Quando penso nos seus olhos percebo o olhar de um felino e quantas cores tem a paixão.
Quando penso nele não há tempo porque ele é intemporal.
Quando penso nos seus braços percebo a macieza, a doçura e a força de um abraço.
Quando penso no seu corpo percebo a beleza do mármore e o brilho do rubi. Quando penso na sua pele percebo o cheiro do Verão.
Quando penso nas suas coxas, no seu sexo, entendo o som, a dureza, a espuma das ondas do mar.
Ele é a minha força, o meu refúgio. Tigre na forma de homem, na forma de desejo, dos sabores de ontem, de hoje e de amanhã.
Quando penso nele não há mais nada, nem a palavra. 
Maria Eu 


8 comentários:

  1. Num momento, é quando
    E todas as horas é um só momento

    Isto, porque não gosto de "quandos", sobretudo se são raros...
    (não afirmo que os teus o sejam...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes "quandos" são "sempres" :)

      Beijinhos Marianos, Rogério! :)

      Eliminar
  2. Basta pensar em sentir/ Para sentir em pensar..:)

    Bom Sabado Maria:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, Legionário! Resumiste em poucas palavras o que as muitas que escrevi significam. :)

      Beijinhos Marianos e bom Domingo! :)

      Eliminar
  3. Lindo, Maria! Pensar é, efectivamente, sentir. Não no corpo mas na alma, onde a profundidade é toda. E então tem-se "the nearness of you".

    Quanto à imagem, só consigo imaginar o homem a pensar: tirem-me lá isto daqui! :-) às vezes sou demasiado prática e pouco poética... :-))

    Beijinhos, Maria, bom fim de semana :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)))) Tinha uma imagem muito tradicional escolhida mas, ao deparar-me com esta, foi tão claro que era a ideal ara o que sinto que fui buscá-la. Nela eu vejo o homem terra,animal e vegetal, um ser total que vive em todos os lugares...
      (Mas isto sou eu que vejo "coisas"" em todo o lado... :P)

      Beijinhos Marianos, querida Susana, e um bom Domingo!

      Eliminar
  4. Respostas
    1. O amor é-o, sim...

      Beijinhos Marianos, til! :)

      Eliminar