segunda-feira, dezembro 26, 2016

Rabiscos


Tinham-lhe dito que seguisse a primeira estrela. Assim o fez. Não que fosse muito de obedecer. Lembrava-se bem dos castigos que a professora Lurdes lhe aplicava quando, menina pequena de bata branca, empinava o nariz e fingia não a ouvir mandá-la parar de ler o livro que trazia de casa e escondia por baixo do caderno aborrecido de aritmética. Era ler à socapa e desenhar em qualquer pedacinho de folha branca. Era nos cabeçalho dos textos de História, no verso dos desenhos aguarelados, nos quadrados do rodapé das equações... Meninas de cabelos compridos e pestanas longas, flores exóticas, paisagens com mar e coqueiros. Um dia, até se aventurou a rabiscar n'Os Lusíadas! 
Sacrilégio! E logo uma mulher nua, de "lácteas tetas"! 
Pois se era assim que o Canto II dizia, como deveria tê-la feito? Custou-lhe os intervalos de uma semana, a proeza, e uma folha arrancada, solenemente, na frente da turma horrorizada. O diabo! Decerto era o diabo que a tentava a retratar a impudica nudez das ninfas, habitantes de um canto que lhes tinha sido interditado do estudo.
Seguiu, então, a estrela primeira e entrou-lhe a memória alma adentro, avivando os desenhos arquivados, onde cada traço vinha completando o esquiço que continuava ali, naquele céu azul petróleo a encimar os recortes dos montes, a sua vida ainda inacabada. 
(enquanto recordava, pegara num recibo de gasolina e rabiscara, maquinalmente, uma praia banhada por um mar revolto)

44 comentários:

  1. Your posts always have two things in common:
    1) Such beautiful music (the Offenbach duet is perfection.)
    2) I always have a huge smile on my face when I'm finished.
    I hope you had a magnificent holiday full of surprises.
    Christmas kisses,
    Rick

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thank you so much, Rick!
      I wish you all the best for 2017!

      Kisses :)

      Eliminar
  2. MARIA, GOSTEI DO TEXTO, DIFICIL PARA CRIANÇA, BJS E BOA SEMANA

    ResponderEliminar
  3. "desobedecendo" chegamos mais longe... Lindo(s) texto(s)! Este e os outros atrás.

    Continuação de Boas Festas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes, Graça. Às vezes! :)
      Obrigada!

      Beijos :)

      Eliminar
  4. desenhar mares revoltos tem que se lhe diga!
    (sabes, já quis casar com as duas, a Anna e a Elīna :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem? Basta um papel e algo que escreva. O resto não importa!
      (tu és um romântico. às vezes. quando não mete calças de ganga esquecidas)

      Beijinhos, Stormy :)

      Eliminar
  5. Há duas coisas que gosto num restaurante modesto:
    O preço; a toalhas de papel

    Seria complicado escrever ou desenhar sobre o linho...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)))))

      Beijinhos, Rogério, e um bom 2017 :)

      Eliminar
  6. Por vezes o meu gatafunhar fica reduzido aos papelinhos das listas de compras, aos papelinhos da adição das vendedoras da praça, aos talões das registadoras. Mas nunca me atrevi a escrever em livros. Costumava forrar as suas capas e nessa forra sim, também desenhei ninfas generosas à Rubens ainda antes de ver Rubens.
    Beijinhos Maria, Boas Festas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah! Daí a qualidade no que nos mostras no teu canto!

      Beijinhos, Luís, e muitos desenho em 2017 :)

      Eliminar
  7. Camões podia escrever sobre ninfas nuas mas era um sacrilégio desenhá-las???
    Fico-me pela leitura que de rabiscos não percebo nada! :)
    beijos Maria!

    ResponderEliminar
  8. Belas linhas, Maria, entrelinhas, não em duas linhas que a liberdade do traço denota segurança na escrita.

    Por vezes o lápis
    atrevia-se em devaneios
    talentosos, em imaginações generosas:
    era já criação

    E, em acabando o papel,...as mãos
    passavam à formulação tridimensional da imagem
    como se moldassem
    o próprio barro.

    Bj

    ResponderEliminar
  9. Saudades de vir aqui...

    Esta ausência deveu-se à excessiva carga de trabalho por que passei e às muitas viagens que fui obrigado a fazer.

    Um beijo e Boas Festas!
    Obrigado, Maria.

    ResponderEliminar
  10. Querida ME, que conto interessantíssimo!
    Na verdade, deve ser horrível para uma esteta, ter de suportar
    a abstração matemática e a minuciosa análise de textos como os Lusíadas...

    Aprecio muito a excelente voz de Anna Netrebko e o tema interpretado.

    Quer seja aluna, ou professora, pressinto que está em férias escolares.
    Estou grata pelos votos de Bom Natal e, mais agradeço, não se ter esquecido de mim...
    Dias plácidos e iluminados na despedida deste velhote e mauzinho 2016.
    ~~~ Beijinhos ~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Majo!
      (claro que não me esqueci. A vida é que anda meio embrulhada.)

      Beijos, Majo, e um ano com muita luz. :)

      Eliminar
  11. Maria,
    Festas Boas, com muitos rabiscos, nos talões de gasolina, nos Lusíadas, no caderno de aritmética ou no Apostol. Onde nos apetecer!
    Beijão!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas festas, Tio fujão!

      Beijinhos e um 2017 fantástico :)

      Eliminar

    2. Maria,
      Rabiscar nos Lusíadas... é um sítio tão bom como outro qualquer.
      Se bem me lembro, o exemplar por onde eu estudei no meu nono ano, tinha umas gravuras de quando em vez... e quase posso jurar que uma delas era precisamente a ilustrar o canto X.
      Gostei muito deste teu "rabisco".

      Tio,
      heheheh
      Não acredito que o Apostol ande lá por casa desta nossa amiga ao alcance dos seus rabiscos!

      Beijinhos aos dois
      (^^)

      Eliminar
    3. Sou melhor a rabiscar com palavras, confesso!
      Apostol? Cá em casa? Cruzes, canhoto, saracanhoto! Maremática?! (eheheheh)

      Beijos sem rabiscos, Afrodite :)

      Eliminar
  12. Com os rabiscos traçava as perpendiculares do que lhe ia na alma...que condizem com o interior vivo da sua imaginação.:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dentro e fora, em sintonia.

      Beijinhos, Legionário :)

      Eliminar
  13. Boa tarde, o conto é perfeito, cativa, feliz ano de 2017 com a concretização de todos os sonhos.
    AG

    ResponderEliminar
  14. [sem filtro]
    como habitualmente, leio e fico a deliciar-me nas palavras, na imagem, nos sons... deixo-me levar. tudo o que penso dizer me parece excessivo. não fico intimidado, fico: maravilhado.
    um feliz 2017!
    beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Henrique, nem sei o que diga. Apenas posso agradecer-te. Muito.
      Um ano de 2017 com muita alegria e luz.

      Beijinhos :)

      Eliminar
  15. levo uma estrela, um livro escondido, uma música familiar

    deixo votos de Festas Felizes

    beijinhos Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A luz das estrelas e a bela música está no teu canto!
      Um excelente 2017, Manuela!

      Beijos :)

      Eliminar
  16. maria poesia, um ano muito feliz (pelos menos, assim to desejo!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, flor mailinda da blogo!

      Um 2017 muiiiiitoooooo feliz!

      Beijos :)

      Eliminar
  17. Maria;
    Que os seus dias do Ano Novo sejam uma sequência de proveitosas realizações e repletos de paz e felicidades!
    Até 2017!

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desejo-te o mesmo, Fê!
      Muita paz e alegria!

      Beijos :)

      Eliminar
  18. ~~~
    FELIZ ANO NOVO, MARIA.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  19. Não listei resoluções mas uma delas podia ser tentar desenhar. Feliz Ano Novo, Maria!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com o jeito que te vejo para tudo, acho que vais ser boa na tarefa!

      Beijos, Luísa, e um bom 2017 :)

      Eliminar
  20. Achei o texto muito interessante. Afinal cada desenho era um sinal de talento... E siga a estrela, sim.
    Um bom ano de 2017.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seguir uma estrela é um bom desejo para 2017!
      Obrigada, Graça! Igualmente!

      Beijos :)

      Eliminar