terça-feira, setembro 06, 2016

As cores do amor


AMOR VIOLETA

O amor me fere é debaixo do braço,
de um vão entre as costelas.
Atinge meu coração é por esta via inclinada.
Eu ponho o amor no pilão com cinza
e grão de roxo e soco. Macero ele,
faço dele cataplasma
e ponho sobre a ferida.

Adélia Prado

(Mark Rothko)

AMOR AZUL
O amor atinge-me no olhar,
ali, onde a íris reage à luz.
Fere-me o coração assim, iluminado.
Levo-o nas mãos até ao mar azul
a um tempo doce e feroz. Mergulho-o,
diluo-o na espuma das ondas
e abismo-me nele, inteira.

Maria Eu


26 comentários:

  1. Não é a primeira vez, nem será a última, que gosto mais da tua versão do poema :)
    O verdadeiro Amor faz-nos entregar e mergulhar nele como um abismo sem retorno.

    Estive a ouvir a Anoushka a tocar... e sempre que o faço fico perplexa com a complexidade deste instrumento! A cítara deve ser o instrumento mais difícil de se tocar que existe.
    Ah... e acho-a (a Anoushka, não a cítara) ainda mais bonita do que a irmã.

    Beijinhos em tons de azul e amarelo
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E a amizade faz-te ler-me com muita benevolência! :)

      Concordo contigo, a Anoushka é ainda mais bonita que a irmã e toca excepcionalmente bem!

      Beijos, linda :)

      Eliminar
  2. This is so amazing.
    1. Rothko is my very favorite artist. I travel to see his exhibits.
    To see his work "in person" transforms the experience. And . . .
    I am not familiar with the work you post.
    2. I toured with Ravi Shankar, in the states, before his death.
    I have many photographs of this amazing person. And you share
    this concert of Anoushka -- I love this so much.
    COINCIDENCE? (I don't think so.)
    We are so connected.
    I love it.
    xoxo

    ResponderEliminar
  3. Como a Afrodite, gosto mais da versão do que do poema original.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh! Fico sem jeito! Obrigada!

      Beijinhos, Pedro :)

      Eliminar
  4. O Azul!
    É mais intenso,
    sem plasmas nem cataplasmas,
    que o amor se quer liberto
    de macerações.
    Antes a ondulação, movimento
    farripas, filigrama, salmoura...

    No embalo da música.
    Bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Azul, ao som de Anoushka, fica bem, não fica?

      Beijinhos, Agostinho :)

      Eliminar
  5. Maria, gostei que mostrasses a pintura de Rothko.
    Talvez o amor não tenha cor porque pode vestir as cores todas... Bonito o teu exercício. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Isabel!
      Concordo contigo, o amor pode vestir-se de qualquer cor.

      Beijos :)

      Eliminar
  6. A cor do amor pode ser tão escuro como a noite, e tão brilhante como o sol; pensemos numa cor e ali está o amor; o amor é toda cor, é tudo, em todo lugar.
    - Qual é a cor do amor? São todas as cores à nossa volta, porque nada mais importa quando encontramos o amor.
    O amor esta presente no interior do ser, assim como a cor que desejamos ser nossa preferida...

    Maria, gostei do seu amor azul:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, o amor é fruta-cores!

      Obrigada, Legionário, e um beijinho :)

      Eliminar
  7. Gostei muito da sua versão. O amor é um reino de cores, todas elas se exibem, consoante as sensações que os privilegiados transferem. Aqueles, que se deixam inebriar pelo arco íris, são os pintores e autores de tamanha e bela obra de arte, o Amor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Esmy! O amor é, sem dúvida, uma paleta diversificada!

      Beijos :)

      Eliminar
  8. A tua versão está muito bonita, ME.
    Estou a gostar da sensibilidade da tua expressão poética.
    Beijinhos.
    ~~~~

    ResponderEliminar
  9. Tão bonito... Acho que tenho de roubar os dois poemas e guardar no meu livrinho de versos...

    Tão lindinho...

    ResponderEliminar
  10. Uma intertextualidade com Adélia Prado muito conseguida. Gostei muito. Gostei também da pintura de Mark Rothko.
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Graça. Muito!

      Uma excelente semana para ti, também.

      Beijos :)

      Eliminar
  11. Quantas cores tem o amor? Acho que não se consegue contá-las.
    Aqui, gostei bastante mais do amor azul. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todas as que nós quisermos!
      Obrigada, Luísa!

      Beijos :)

      Eliminar