terça-feira, fevereiro 21, 2017

A convalescença de Cupido

(Joseph Lorusso)

Cupido mexeu-se cuidadosamente, em equilíbrio periclitante. As asas tinham ficado intactas, apenas um pouco dobradas. Soube que estava a sangrar pelo travo adocicado na boca. 
-Raios! pensou. Lá fiquei outra vez com a cara feita num bolo! É no que dá acertar em mim mesmo com uma seta e passar o tempo todo a pensar na Psiquê! 
Esvoaçou pelo local do acidente à procura do arco e das flechas. Lá estavam, no passeio fronteiro ao prédio que se lhe atravessara no caminho. 
-Por Marte! exclamou. Faltam-me duas setas.
Entretanto, num banco do jardim do bairro, Maria, mulher madura, conhecida pela sua simpatia contida e conduta discreta, abraçava José, homem circunspecto e cauteloso no trato. Bocas unidas num beijo aceso, descobriam o fogo que, afinal, ardia dentro deles sem se ver.
Cupido avistou-os e reparou que, num braço de Maria e nas costas de José, refulgiam as hastes das flechas perdidas.
-A seu tempo! pensou Cupido. A seu tempo!


18 comentários:

  1. Coincidência ou não
    a Marta é o nome da minha neta
    e o namorado dela chama-se João

    vou-lhe enviar "isto"
    porque é adequado,
    e é giro


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chegaste primeiro? Oquei...Eu tb ando sem sono
      Kis :=}

      Eliminar
  2. Afinal as setas tiveram a utilização devida.
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. I can't stop watching this video.
    I am falling in love with her.
    Cupid has struck again.
    xxx
    (Dance with me?)

    ResponderEliminar
  4. Gosto muito quando as setas acertam em pessoas como as descritas: "simpatia contida e conduta discreta", e "circunspecto e cauteloso no trato".
    É em cheio no alvo!

    ResponderEliminar
  5. Oh. Que doçura :)
    Esse cupido é um puto muito reguila :))

    ResponderEliminar
  6. “O amor é um estado essencialmente transitório. É como uma enfermidade. Tem a sua fase de incubação, o seu período agudo, a sua declinação e a sua convalescença. É um facto reconhecido e ratificado por todos os fisiologistas das paixões.” Ramalho Ortigão

    Aproveite este prenúncio de Primavera, Maria:))

    ResponderEliminar
  7. O menino travesso, mesmo esborrachado, é imparável!
    Ainda bem que as setas perdidas funcionaram perfeitamente...
    Estou a gostar deste ferismo divino...
    ~~~ Beijos ~~~

    ResponderEliminar
  8. :))) ... Delicioso este capítulo do teu conto ! rsrs
    Cupido, sempre atento, apesar dos "acidentes de percurso" ! eheheh
    Claro que é preciso "dar tempo" a casais enamorados, não vá Cupido ser inconveniente e chegar em momentos impróprios ! eheh

    Beijo, fora das vistas do Cupido. :)

    ResponderEliminar
  9. O cúpido fica sempre um puto bricalhão
    abraço

    ResponderEliminar
  10. com o tempo tudo melhora, sem dúvida.
    até Cupido fica mais circunspecto ...

    beijo

    ResponderEliminar
  11. Tudo tem o seu tempo, rrss

    Mas há coisas que nunca acontecem!

    Beijinhos e alegre Carnaval

    ResponderEliminar
  12. As setas foram para quem precisava. Gosto deste Cupido.
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  13. Bem me parecia que a coisa não ficava assim: desenxavida, sem graça...
    O arqueiro nem sequer foi a uma urgência médico-cirúrgica ajeitar as plumas?! Pelos vistos não houve TCE nem sequer a PSP tomou conta da ocorrência, tanto assim que, não perdeu tempo. Embora ourado, desferiu, sem dar conta, duas frechadas certeiras em dois improváveis pombinhos que deambulavam nas imediações.
    Fico à espera do próximo episódio, Maria.
    Bj

    ResponderEliminar
  14. As setas de Cupido cumpriram a missão a que estavam destinadas:)
    Gostei de passar por aqui, trazido por um americano em Paris, que tocava uma rapsódia em blue.
    Muito boa noite!

    ResponderEliminar
  15. Muito bom este post.

    Arthur Claro
    http://www.seminudez.blogspot.com

    ResponderEliminar