quinta-feira, outubro 06, 2016

Escrevi-te

(Ana Barros)

Escrevi-te! Estranhou a mensagem no ecrã do telemóvel. Escrevi-te!? Como assim? Foi clicando nas aplicações em busca das palavras e nada! Respondeu com uma pergunta: Devias estar sem rede. Não recebi nada! Em troca, o ecrã negro. Nem um ok, nem um smile. Os alertas do Facebook e do Instagram fizeram-na esquecer a estranheza.
Abriu a porta de casa, fechando-a atrás de si de imediato. Estava calor e queria livrar-se da roupa, tomar um duche, pôr uma t-shirt, e esticar-se no sofá. Olhou instintivamente para o enorme espelho que ampliava a sala, ao accionar o interruptor. Escrito a marcador preto, sobressaindo à luz branca dos leds, um pequeníssimo texto: Há pássaros que voam janelas adentro e trazem consigo rios, montanhas, mares e areais doirados. (Um dia prometi que te escrevia. Hoje foi o dia.)


44 comentários:

  1. Ainda há espelhos que sorrindo para eles, eles sorriem para nós.

    Boa tarde, Maria

    ResponderEliminar
  2. E descobriu um poeta.
    Que mensagem maravilhosa!
    O que se chama a mais belas das surpresas,
    para ela e para mim, que gostei sobremaneira do miniconto.
    Beijinhos, ME.
    ~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  3. Que bom e que bonito, Maria:)
    Fica um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve ter sido, sim, Sandra!
      (como é bom "ver-te")

      Beijos :)

      Eliminar
  4. Que bom receber uma missiva assim. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Declarações de amor são sempre uma maravilha!

      Beijos, Luísa :)

      Eliminar
  5. bonitas palavras, feliz de quem as recebeu :)

    ResponderEliminar
  6. já nos esquecemos de que as mensagens podem chegar por outras vias que não o Wireless.
    voa Maria, voa!

    ResponderEliminar
  7. Escrever já é algo tão raro que não admira que o pobre não percebesse.
    Beijinhos, bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perdeu-se o encanto de mensagens em bilhetinhos, em cartas...

      Beijinhos, Pedro :)

      Eliminar
  8. Um blogue que adorei descobrir! Por intermédio do blogue da Luisa, À Esquina da Tecla...
    Tal como eu... todos os posts, vêm com música... tão essencial, como respirar...
    Adorei!!!! Estamos em artandkits.blogspot.com se nos desejar visitar! Adoraríamos!
    Beijinhos! Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  9. É que há pessoas que merecem a surpresa da invulgaridade.
    Um trecho bem escrito (sentido).
    Estou a tentar retornar ao "asfalto" depois da gravilha imprevisível da "curva".
    Bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maldita gravilha! Ainda bem que alguém tratou dela!

      Beijinhos, Agostinho, e muito obrigada :)

      Eliminar
  10. Ah, o que seria hoje em dia
    o amor sem a tecnologia?

    ai de mim,
    escrever uma coisa assim
    sem assento, nem cedilha
    num telemóvel
    "made in china"

    ResponderEliminar
  11. Respostas
    1. Felizes aqueles que são amados.

      Beijocas, Stormy boy :)

      Eliminar
  12. A bonita mensagem do espelho, demonstra que quando a tecnologia falha há a criatividade humana.
    Muito belo!
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É das melhores coisas que o ser humano tem, a criatividade!
      Muito obrigada, Graça!

      Beijos :)

      Eliminar
  13. adoro a imagem :)
    e o texto fica-lhe tão bem!

    ResponderEliminar
  14. E hoje Maria, este seu belo Post fez-me alegrar o dia:))

    ResponderEliminar
  15. Há surpresas inteligentes e boas...
    Belíssimo texto, gostei imenso.
    Maria, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  16. Quando as palavras nos envolvem, nada mais resta que interiorizar, fruir...

    ResponderEliminar
  17. Muito, mas muito saboroso. Que bela alegria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como trincar uma maçã acabada de colher da árvore.

      Beijinhos, cc, e obrigada pela presença :)

      Eliminar
  18. Espero que não tenha havido arrombamento de portas. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Huuuummmm... Não me parece, senão a rapariga nem tinha entrado. Chamava logo a polícia!

      Beijos, Carla :)

      Eliminar
  19. :)
    Até em post-it ao pé do tocador ou ao pé da porta de casa, é bom escrever :D

    Beijos Maria

    ResponderEliminar