quarta-feira, junho 04, 2014

Entrega


(Helena Santos - Love/Life)

Entras em mim descalça, vulnerável
como um alvo próximo, ferida
nos joelhos e nas coxas. Pelo tacto
nos conhecemos, é essa luz
oblíqua que nos cega. E te pertenço
e me pertences como
a lâmina
à bainha, a chama
ao pavio.

(...)

Albano Martins




A ti me entrego, trémula e nua
sangue em borbotões, abismo,
procuro o gume da espada. Das mãos 
surgimos outros, transformamo-nos
nelas, vibrantes. És, agora,
a palavra  que me habita...

Maria Eu





8 comentários:

  1. As paixões são os ventos que enfunam as velas dos barcos, elas fazem-nos naufragar, por vezes, mas sem elas, eles não poderiam singrar:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bons ventos...

      Beijinhos Marianos, Legionário! :)

      Eliminar
  2. Dizes entregares-te a mim...
    juro que por vezes sinto isso.
    Só que a ausência no fim
    deixa-me a mente em reboliço!

    Apaixonada convicta
    de um amor movediço,
    Deixas que a nossa ausência
    se afaste de um compromisso!

    Por isso a dor de uma lâmina
    que ao aproximar-se de ti...
    Transforma a dor numa chama...
    que te queima um alibi!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tá bonito, tá! :P

      Beijinhos Marianos, "Maria"! :)

      Eliminar
  3. Muito bonita a imagem e a sua cor forte!
    A música! essa só a de alguém com nível, romântica, fiel e intensa. Que ama forte e de verdade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sei o que diga... Obrigada pelos adjectivos mas não sou assim tão fantástica! :)

      Beijinhos Marianos, NIP! :)

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Léo Férre quase foi o escolhido para este post, sabes? :)

      Beijinhos Marianos, Ricardo! :)

      Eliminar