domingo, maio 20, 2018

Luz

(Vincent Van Gogh)


Tinham sido tempos difíceis. Bebiana e João chegaram aos quarenta sem que no céu houvesse uma única estrela ou fossem abençoados com um filho. Frente ao caldo da ceia, já nem levantavam os olhos da malga, mergulhados num silêncio pesado embrulhado no cansaço dos dias e na escuridão das noites.
Naquele final de tarde, Bebiana sentiu uma vontade enorme de comer nêsperas. Raio de coisa, para o que lhe havia de dar, pensou João, saindo de casa para encostar a escada à nespereira onde despontavam meia dúzia de frutos mirrados. Bastou a novidade para que se olhassem como há muito tempo não faziam. Conta-se que foi nessa noite que Luz foi concebida. Estranhamente, tantos anos volvidos, uma estrela surgiu, solitária, visível por detrás dos montes que rodeavam a aldeia. 
Quando rebentaram as águas a Bebiana e as mãos hábeis da Sr.ª Tina seguraram Luz em prantos, rasgou-se o negrume, pontilhando-se de milhares de estrelas.



11 comentários:

  1. Ia a dizer que tal se passou com a minha filha
    mas seria mentira
    quando aos quarenta e três nasceu a Maria, Ela
    já tinha dois irmãos

    tardia
    a Maria
    também é luz

    ResponderEliminar
  2. tenho uma cópia desse quadro ali pendurada na parede...

    ResponderEliminar
  3. A maior realização das minha vida - as minhas filhas.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  4. Bom dia. Um quadro lindo num excelente texto:))

    Hoje:- [ Poetizando e Encantado]-Conto as pétalas, e almejo a tua graça .

    Bjos
    Votos de uma óptima Segunda- Feira

    ResponderEliminar
  5. Um texto muito belo, lembrando que um casal mantém melhor o seu amor quando a maternidade acontece. Gostei imenso.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  6. Os filhos são a luz dos pais...
    Excelente texto, parabéns.
    Boa semana, amiga Maria.
    Beijo.

    PS: já não vinha aqui há imenso tempo, mas gostei de voltar.

    ResponderEliminar
  7. Que a deusa Carmenta esteja sempre presente em todas as mulheres.

    Olá Maria, isto são efeitos da Braga Romana, que começou ontem:)

    ResponderEliminar
  8. Existem frutos que fazem milagres e Maio é um mês muito bonito para conceber!

    Todo o amor nos ilumina,Maria.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  9. Tua escrita é luminosa,Maria.
    Elas estão aí a sorrir.
    Não muito coradas pela inconstância
    do Sol por estes dias.
    Porém, depois da ceia,
    o brilho tem iluminado até
    a mais branca cal
    Consta que haja mais Luz
    pra Janeiro-Fevereiro.

    Bj.

    ResponderEliminar
  10. Belo texto...

    AS crianças são sempre luminosas!

    Beijinho

    ResponderEliminar