segunda-feira, março 13, 2017

Imperfeita perfeição

(Nadia Beltei)

De onde advém a perfeição da junção de dois corpos imperfeitos? De onde, senão da súbita e intensa luz de que são tomados na beleza da entrega?


28 comentários:

  1. Such a thoughtful, expressive rendition of this great song.
    So classy.
    (And I love this tomato/mushroom sandwich -- mouth watering.)
    Well done, Maria (as always.)
    😘

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. It's funny that where you see a sandwich, I see the suggestion of two bodies hardly separated by a red stripe. :)

      Kisses, Rick :)

      Eliminar
  2. Respostas
    1. E como é bom, esse equilíbrio!

      Beijinhos, MA

      Eliminar
  3. Muito bem!! Gosto de pensamentos profundos em poucas palavras!

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  4. Animados multiplicam-se em fenómenos fisico-quimicos. E brilham, sim, de intensa luz.
    Bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o brilho que vem de dentro, é bom não esquecermos.

      Beijinhos, Agostinho :)

      Eliminar
  5. Dessa entrega sem reservas, precisamente.
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
  6. E da possibilidade de virmos a ser aquilo que ainda não somos.

    Um beijinho, querida Maria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais inteiros.

      Beijos grandes, Miss Smile :)

      Eliminar
  7. há imperfeições mais que perfeitas :)

    beijinho Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diria até que o imperfeito é do mais perfeito que há!

      Beijos, Laura :)

      Eliminar
  8. E nem sempre é fácil desistir do nosso coração, talvez seja por isso que, quando a entrega acontece, nada maior existe. :)

    Deixo-te um beijo no coração, Maria. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O coração é um tonto,Alaska!

      Beijo terno :)

      Eliminar
  9. Maria, na entrega incondicional há um momento único: é precisamente quando, pelo Amor, saímos de nós mesmos... que aparecemos diante dos nossos próprios olhos.;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Melhores, porque despidos de tudo menos do amor.

      Beijinhos, Legionário :)

      Eliminar
  10. Na perfeição nada pode ser súbito. É no relaxamento que se segue que o melhor permanece. Essa é a diferença entre a paixão e o amor... a perfeição é esse depois.

    ResponderEliminar
  11. o imperfeito tapa-se com a perfeição
    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que sabemos nós de perfeição?

      Beijos, alfacinha :)

      Eliminar