segunda-feira, setembro 18, 2017

Disse-lhe



Disse-lhe do mar, ora eivado de azul forte ou claro, das nuvens que corriam, ligeiras, competindo com bandos de gaivotas. Disse-lhe da imensidão da praia, das dunas castigadas pelo vento norte onde crescem cardos marítimos.
Nos olhos de ambos, um veleiro.


15 comentários:

  1. Lindo!

    E a Stacey Kent, não sei se te disse já, até parece que nasceu francesa, pois tem uma pronúncia deliciosa. Conheci-a em 2010, precisamente quando esteve em Portugal a fazer a promoção do seu álbum «Raconte Moi».

    Bisous...
    (^^)

    ResponderEliminar
  2. Esses pequenos nadas que são tanto ! ...
    Quanto nos dizem o mar, as nuvens, os bandos de gaivotas, a imensidão da praia, as dunas e os ventos, quando estamos em boa companhia !!!... Até que chega um veleiro,...

    Lindo, Maria !

    ResponderEliminar
  3. Preciso tanto de viver com o mar em mim.

    ResponderEliminar
  4. Bonito Maria, nesta despedida do Verão:)

    ResponderEliminar
  5. "Nos olhos de ambos, um veleiro". Foi tão sentido tudo o que disse, que foram procurar a magia do mar... Magnífico poema!
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  6. boa semana, Maria EU, e que o veleiro nos olhos seja uma constante.

    ResponderEliminar
  7. esses pequenos nadas que se dizem

    e se tornam grandes como os veleiros


    um abraço, Maria

    ResponderEliminar
  8. as suas palavras transportou-os a ambos.

    ResponderEliminar